Igreja Católica no Paraguai

2 de setembro de 2020
Tags: ,
Basílica de Caacupé. Foto: Divulgação.

A Virgem dos Milagres de Caacupé, padroeira do país, é a invocação mariana da Imaculada venerada na basílica inaugurada no dia 8 de dezembro de 1765. O papa Francisco elevou, durante sua visita ao Paraguai em 2015, o Santuário ao rango de Basílica Menor. A imigração paraguaia levou o culto à Virgem de Caacupé a vários países, principalmente a Argentina, onde reside a maior comunidade paraguaia no estrangeiro.

Por Fernando Altemeyer *

O território do país compreende 406.762 quilômetros quadrados e tem como línguas oficiais o guarani, espanhol e alguns outros idiomas indígenas. A população atual é de 7.098.360 habitantes, dos quais 89% (6.317.540) católicos, segundo estatísticas publicadas pela Santa Sé.

Dados eclesiais

Há 15 circunscrições eclesiásticas no Paraguai, sendo uma arquidiocese ou sede metropolitana, onze dioceses, dois vicariatos apostólicos e um ordinariato militar. Existem 363 paróquias e 1.612 centros de atendimento pastoral. São 22 os bispos paraguaios vivos: um núncio apostólico, um arcebispo, um arcebispo emérito e 19 bispos. Na ativa estão dezesseis bispos e seis são eméritos. A única circunscrição vacante é o Ordinariato Militar.

Escola de Liderança Missionária Juvenil – Paraguai 2020.

Trabalham no país como agentes da pastoral: 776 sacerdotes (337 do clero secular e 439 do clero religioso ou regular), 168 diáconos permanentes, 66 membros de institutos seculares, 3.804 missionários leigos, 149 irmãos, 488 seminaristas maiores, 1.538 religiosas consagradas, 48.060 catequistas. Foram batizados, em 2012, 100.989 novos membros.

Os irmãos protestantes, de igrejas da Reforma e anglicanos, segundo o PEW Research Center são 7% (em torno de 500 mil membros de 23 diferentes denominações), os sem religião 1%, e há 2% de outros credos religiosos que incluem judeus, muçulmanos, religiões tradicionais indígenas.

Comunidade Mbya Guaraní – Foto Sebastian Gil.
Curiosidades Eclesiais
  1. O primórdio da evangelização foi em 1542.

A primeira diocese foi erigida em 01/07/1547 com o nome de diocese do Paraguay (atual Asunción), tendo sido designado Mons. Juan de Dios Barrios, OFM para ser o primeiro bispo. Os jesuítas chegaram ao país em 1609.

  • Padroeiros:

Nossa Senhora de Caacupé, Nossa Senhora de Luján, São Roque Gonzalez.

  • Nenhum bispo paraguaio esteve presente ao Concílio Vaticano I de 08/12/1869 a 20/10/1870.
  • Os participantes paraguaios durante o Concílio Vaticano II de 1962 a 1965 foram 14 bispos. Todos falecidos.
  • Mártires paraguaios:

Albino Amarilla, leigo e catequista, morto em 16/02/1981. Arturo Bernal, leigo, dirigente das Ligas Agrárias, morto em 07/07/1976.

* Dados preparados para o Portal Consolata América pelo Prof. Dr. Fernando Altemeyer Junior, chefe do departamento de Ciências Sociais da PUC-SP em 18/08/2020. Email: fajr@pucsp.br
Fontes: www.vatican.va; www.celam.org; http://www.catholic-hierarchy.org/; https://countrymeters.info/pt/paraguay; http://cardinals.fiu.edu/; http://www.globalreligiousfutures.org/

Conteúdo Relacionado