A incrível proximidade de Deus

Quem somos nós para conhecer a verdade absoluta sobre os mistérios incompreensíveis de Deus?

Por Jaime C. Patias *

A verdade de Deus compõe uma experiência pessoal parcial que se faz e amadurece no confronto com a verdade igualmente parcial do outro. Vemos isso nos quatro evangelistas onde cada qual narra a sua percepção sobre a verdade revelada.

A verdade exige investigação em uma dialética continua entre fé e razão, com a minha experiência pessoal de Deus e do mundo em confronto com a experiência e o entendimento do outro. Não existe verdade absoluta em nós.

Em seu amor misericordioso, Deus continua se revelando. Cabe a cada um de nós procurarmos entender a realidade transcendente (imaterial e suprassensível) nas realidades imanentes (material e sensível).

Nas nossas limitações, aquilo que entendemos “Deus” é uma natureza, uma essência, presente em três pessoas distintas e intimamente ligadas entre si, formando um único Deus. Esse mistério do Deus, que é um só e ao mesmo tempo três, ultrapassa qualquer compreensão humana. Mas o mais incrível é que, pelo dom da nossa fé, chegamos à certeza de que “Ele está no meio de nós” (não acima de todos) e caminha conosco nas alegrias e tristezas, noite e dia, na dor e no alívio, na doença e na cura, na vida e na morte, permanecendo sempre, eternamente.

Então, o que nos parece mistério inexorável e incompreensível, revela afinal a incrível proximidade de Deus presente!

* Padre Jaime C. Patias, IMC, Conselheiro Geral para América.

Conteúdo Relacionado