Missa Jovem anima a juventude da Área Família de Nazaré em Manaus

A Área Missionária Família de Nazaré na periferia de Manaus (AM) celebrou no dia 12 de novembro a segunda “Missa Jovem” com participação de 150 jovens e adultos de quase todas as 14 comunidades da Área.

Por Oscar Liofo e Arlei Pivetta *

A primeira “Missa Jovem” foi celebrada no dia 30 de outubro de 2021 com a participação dos padres Oscar Liofo e Joseph Mbarire e dos noviços da Consolata. A iniciativa foi inspirada nas missas jovens realizadas na Catedral de Cascavel no Paraná, na 3ª Quinta-feira de cada mês, celebração que reúne cerca de 3.500 jovens. Quando trabalhavam em Cascavel, os padres Oscar Liofo, Joseph Mbarire e Arlei Pivetta eram assíduos participantes destas missas.

Esta segunda celebração contou com a participação dos padres Oscar Liofo, Arlei Pivetta e José Martin Serna, Mestre do Noviciado São Carlos Romero, juntamente como os noviços que realizam pastoral nas comunidades da Área. Fomos honrados também, com a presença do Padre Juan Carlos Greco vindo da Venezuela, de passagem por Manaus a caminho da Argentina sua terra natal.

Cada jovem deve ser protagonista de sua própria história

A ocasião proporcionou um momento de espiritualidade e reflexão, sobre o papel dos jovens na sociedade e na Igreja diante dos desafios que precisam enfrentar cada dia para serem um diferencial na sociedade e saber fazer escolhas, a mais acertada possível, dentro de tantas possibilidades que surgem, muitas delas mais atraentes do que ser um cristão autêntico e responsável. Cada jovem deve assumir a responsabilidade da sua própria história de vida.

Em qualquer época, ser jovem é viver os desafios sócio-político-econômico-religioso onde está inserido. Não existem épocas mais ou menos fáceis. Cada tempo tem seus desafios, mas também tem suas dádivas, seus benefícios. É preciso aprender com cada momento. O momento é o “agora”, não existe o antes e o depois. Tudo o que for viver, viva intensamente, pois o amanhã terá suas próprias necessidades.

Na homilia Padre Oscar salientou que, “os jovens não são o futuro da nação ou da comunidade, mas são o presente atuante em prol de um futuro promissor. É preciso muito amor para viver o dia-a-dia com atenção. O primeiro e maior amigo de cada jovem é ele mesmo, com suas limitações, mas com seus dons que devem estar a serviço. E ser amigo é levar o amigo para Cristo, se a amizade não leva a Cristo não é uma amizade que enobrece”, disse Padre Oscar.

“Jovens! Não tenham medo, pois o medo vos limita de serem melhores. Aceitem-se como são. Todo ser humano é obra prima e irrepetível de Deus, Ele é o dono da vida e somente a Ele devem prestar conta da vida”, observou o missionário.

Os jovens devem ser respeitados pelos adultos

Dirigindo-se aos adultos, Padre Oscar destacou que: “vocês adultos viveram em outro tempo, em outra realidade. O mundo de 40, 50 ou 60 anos atrás não é o mundo de agora. E só haverá harmonia se cada um souber respeitar o outro e juntos caminharem para um caminho único”.

Antes da missa, um grupo de psicólogas abordou temas atuais para os jovens e adultos, tais como: namoro, afetividade e sexualidade. Como os pais devem estar atentos e abertos para falar como os jovens sobre isso e como os jovens precisam estar também prontos para partilhar suas vidas sem medo. É preciso dialogar. Para que isso aconteça é preciso que ambos estejam prontos para ouvir sem preconceito e sem julgamento. Onde há julgamento, um está errado e o outro está com a razão causando um desnível na balança do relacionamento.

Foi um momento breve, mas as reflexões prepararam o coração para novos encontros, novas rodas de conversas. Esta iniciativa abre caminhos para uma continuidade em 2023, com novos projetos e sonhos. Um sonho impossível de se realizar é apenas um sonho, mas um sonho realizável é um projeto, é uma realidade, uma obra!

Além da Área Missionária Família de Nazaré e do Noviciado continental São Oscar Romero, em Manaus, os Mission´´arios da Consolata administram a Paróquia Santa Luzia.

* Padre Oscar Liofo e Padre Arlei Pivetta, missionários da Consolata trabalhado em Manaus (AM).