A Igreja Católica no Congo

7 de abril de 2021
Dom Henrique Kinu, primeiro bispo negro africano – Foto: congo-autrement.com

O filho do rei Nzinga do Congo, Henrique Kinu a Mvemba (1495+1531), foi sagrado bispo em 1520 e se tornou o primeiro bispo negro africano.

Por Fernando Altemeyer *

Com uma superfície territorial de 341.821 quilômetros quadrados, no Congo se falam: francês, lingala, kikongo, munukutuba, lari e diversos dialetos regionais. Sua capital é Brazzaville, com 1,2 milhão de habitantes.

A independência do Congo foi proclamada em 15/08/1960 diante do colonialismo francês. O país faz fronteira com Angola, Camarões, Republica Centro-Africana e Republica Democrática do Congo (antigo Zaire). Tem uma taxa de fecundidade de 4,45 filhos por mulher, uma expectativa de vida de 58,3 anos e uma população urbana de 54%. É um grande produtor de açúcar e de petróleo.

Atualmente tem 5.300.000 habitantes, dos quais 2.915.000 católicos, ou seja, 55% da população, segundo as estatísticas publicadas pela Santa Sé.

DADOS ECLESIAIS

Há nove circunscrições eclesiásticas, sendo três arquidioceses ou sedes metropolitanas e seis dioceses. O episcopado conta atualmente com quatorze bispos, sendo três arcebispos, um arcebispo coadjutor, um núncio apostólico, cinco bispos na ativa e quatro eméritos. Atualmente está vacante a diocese de Dolisie.

Vocações na República do Congo – acn.org.br

A organização pastoral se faz por meio de 159 paróquias e 365 centros de atendimento pastoral. Ministros do povo de Deus: 490 sacerdotes (388 padres do clero secular e 102 membros do clero religioso), um diácono permanente, 361 seminaristas, 100 irmãos, 27 membros de institutos seculares, 16 missionários leigos, 521 religiosas consagradas e 4.521 catequistas.

Além de Católicos, no Congo há muçulmanos 9%; protestantes 15%; religiões nativas 48%, kimbanguistas 9%.

CURIOSIDADES

Os primeiros católicos que chegaram ao país em 1484, com os colonizadores portugueses. Dezenas de conversões, incluído o rei Nzinga, se deram em 1491. Com isso, em 1497 é criada a diocese de São Salvador, consolidando um reino cristão nas bordas do Congo, no atual norte de Angola.

O filho do rei Nzinga, Henrique Kinu a Mvemba (1495+1531), chamado Henrique de Portugal, Nzingo Mpemba, será indicado para bispo titular de Utica, na Tunísia, em 05/05/1518. Foi sagrado bispo em 01/12/1520 e torna-se o primeiro bispo negro africano. Aquele início promissor foi destroçado pelas guerras, pelo comércio de escravos, somada à política anticlerical do Marques de Pombal no século XVIII.

A evangelização no Congo reinicia na década de 1870 com a chegada dos padres espiritanos, conduzidos por Mons. Philippe-Prosper Augouard, CSSP (1852+1921), Apóstolo do Congo francês, que lutou ardorosamente contra a escravidão e a antropofagia. Posteriormente chegam ao país os Padres Brancos e os padres missionários de Scheut.

O Vicariato do Congo francês foi criado em 04/06/1886, o que hoje é a diocese de Point Noire. A hierarquia foi estabelecida em 1955 durante o pontificado do papa Pio XII. O papa São João Paulo II visitou o país em maio de 1980. A década de 1990 foi marcada por grande violência em todo o país.

Padroeira:

Imaculada Conceição de Maria.

Cardeal e mártir da Igreja congolesa:

Cardeal Emile Biayenda (nascido em 1927 e assassinado com apenas 50 anos em 23/03/1977). Arcebispo de Brazzaville. Criado cardeal em 05/03/1973 pelo papa São Paulo VI. Licenciatura em Teologia e doutorado em sociologia pela Universidade de Lyon, na França.  Em Roma há processo de canonização em andamento.

Momento em que cardeal Parolin abençoa a pedra fundamental do percurso em homenagem ao cardeal africano. Vídeo: padre Paulo Dalla Déa

Nenhum bispo no Concílio Vaticano I de 08/12/1869 a 20/10/1870.

Participantes do Concílio Vaticano II de 1962 a 1965. Hoje falecidos.

  1. Émile André Jean-Marie Maury †, Arcebispo Titular de Laodicea na Frígia; Núncio para Senegal, Congo, RDC e Burundi; diretamente conectado a Cúria Romana; Idade: 58.3 anos.
  2. Emile-Elie Verhille, C.S.Sp. †, Bispo de Fort-Rousset; Idade: 62.6
  3. Georges Benoit Gassongo †, Bispo Auxiliar de Fort-Rousset; Idade: 53.7
  4. Jean-Baptiste Victor Fauret, C.S.Sp. †, Bispo de Pointe-Noire; Idade: 62.9
  5. Michel-Jules-Joseph-Marie Bernard, C.S.Sp. †, Arcebispo Emérito de Brazzaville; Idade: 53.8
  6. Théophile Mbemba †, Arcebispo de Brazzaville; Idade: 48.4

Perfil da Igreja Católica da República do Congo   Republique du Congo. Pesquisa para o Portal da Consolata preparada pelo Prof. Dr. Fernando Altemeyer Junior – Departamento de Ciências Sociais da PUC-SP.  Email: fajr@pucsp.br

Fontes da pesquisawww.vatican.vawww.catholic-hierarchy.org; www.cardinals.fiu.eduwww.secam.orgwww.cecongo.org

Conteúdo Relacionado