REPAM e organizações aliadas promovem o Fórum Climático pela Amazônia

O Fórum será realizado na próxima quinta-feira, 15 de abril, com o propósito de responder à pergunta: Qual deve ser o plano dos EUA para apoiar a proteção da Amazônia?, a partir de um enfoque de justiça ambiental e direitos coletivos dos povos amazônicos.

Por Dario Bossi (*)

Desde julho de 2020, a Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM) se faz presente no âmbito da Assembleia Mundial da Amazônia (AMA), uma plataforma de convergência com a Coordenadoria das Organizações Indígenas da Bacia Amazônica (COICA), o Fórum Social Pan-Amazônico (FOSPA) e muitas outras organizações que atuam na Pan-Amazônia e fora dela na defesa da selva e de seus povos.

Trata-se duma aliança de entidades muito diferentes, inclusive com pautas e visões nem sempre convergentes, mas que colaboram com respeito no mesmo objetivo comum e respeitando as legítimas diferenças de visão quanto a outros temas.

Após a realização da primeira Assembleia, foi convocado e realizado, em fevereiro de 2021, por iniciativa da COICA, o “Grito da Selva, Vozes da Amazônia”, protagonizado pelos povos indígenas e com o apoio das demais entidades. Neste evento foi lançado o “Plano de Vida para salvar a Amazônia”.

Neste contexto e diante dum possível acordo bilateral entre Estados Unidos e Brasil em “defesa” da Amazônia, a AMA consultou seus aliados dos Estados Unidos, entre os quais estão Amazon Watch, Amazon Aid Foundation e Artists for Amazonia, que disponibilizaram informações e se prontificaram a organizar, desde os EUA, a iniciativa “Amazon Climate Forum” (Foro Climático pela Amazônia).

Da mesma forma, COICA, FOSPA e REPAM, articulados na AMA como um todo, fazem parte da organização deste importante evento, criado a partir da sua solicitação e preocupação pelo território amazônico.

Indígena Warao no Rio Orinoco – Foto: Juan Carlos Greco imc

A nível eclesial, a REPAM mantém contato constante nos Estados Unidos com os principais líderes de congregações religiosas sensíveis a esta temática, bem como com o Departamento de Justiça, Paz e Desenvolvimento Humano da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos.

FÓRUM CLIMÁTICO PELA AMAZÔNIA

É um evento direcionado a responder à pergunta: Qual deve ser o plano dos EUA para apoiar a proteção da Amazônia, a partir dum enfoque de justiça ambiental e direitos coletivos dos povos amazônicos indígenas, afros ou camponeses. Ele contará com a participação de líderes indígenas, políticos, representantes da Igreja, celebridades, ativistas jovens e cientistas da Amazônia e dos EUA.

Os temas prioritários serão a crise da pandemia da COVID-19, os assassinatos de defensores e defensoras dos direitos humanos e da natureza, e o diálogo secreto entre funcionários das administrações de Biden e Bolsonaro.

O evento se baseia nas propostas do Plano de Vida e do Plano de Ação para os Primeiros 100 Dias, resultados do evento “O GRITO DA SELVA: VOZES DA AMAZÔNIA”, realizado no passado mês de fevereiro.

O FÓRUM CLIMÁTICO PELA AMAZÔNIA será realizado na próxima quinta-feira, 15 de abril, às 12h00 (horário de Quito, Bogotá e Lima), 13h00 (horário de Washington, Manaus, La Paz, Georgetown e Caracas) e 14h00 (horário de Brasília, Paramaribo e Guiana Francesa). A transmissão será realizada pelo Facebook Live @repam.amazonia.

(*) Pe. Dario Bossi é missionário comboniano e delegado da REPAM na Assembleia Mundial pela Amazônia e campanhas de incidência da Rede. Tradução ao português: Ir. Hugo Bruno Mombach, FSC

Conteúdo Relacionado