Preparação de novos missionários para a Ásia

8 de outubro de 2021

Uma das grandes preocupações do Instituto é preparar os novos missionários da Consolata destinados à missão na Coreia do Sul, Mongólia e Taiwan. Sempre nos perguntamos se as nossas comunidades formativas conseguem dar conta desse desafio.

Por Ernesto Viscardi *

Nesse sentido, os últimos três missionários destinados a esse Continente, os padres Anthony Chomba, Kayus Moyndi e Kenneth Oriando realizaram nos dias 6 a 8 de outubro, na Casa Geral em Roma, um breve curso de introdução à missão na Ásia.

O encontro foi liderado pelos padres Diego Cazzolato que trabalha há 28 anos na Coreia do Sul, Ernesto Viscardi há muitos anos na Mongólia e Pedro Loro que trabalhou na Coreia do Sul e é o atual Secretário Geral em Roma.

O primeiro ponto do curso abordou os temas inerentes à presença do IMC neste Continente e em particular versou sobre o estilo e método missionário descritos no Projeto Missionário da Região Ásia (RAS) que inclui os três países. A discussão desenvolveu-se sobre alguns temas que realçam a particularidade da presença da Igreja e, portanto, da Missão no contexto asiático: Diálogo inter-religioso; a espiritualidade missionária enraizada no contexto religioso asiático; e as reflexões teológicas e escolhas pastorais da Igreja na Ásia.

Estes conteúdos encontram-se nos documentos da Federação das Conferências Episcopais da Ásia(FABC).

Desejamos aos novos missionários um frutuoso trabalho nas diferentes presenças a que estão destinados.

A Eucaristia no último dia da reunião foi presidida por Sua Excelência o Arcebispo Emérito de Daejon que, desde agosto passado, é o novo Prefeito da Congregação para o Clero e está morando por alguns meses na Casa geral IMC em Roma.

A presença na Ásia

A presença dos missionários da Consolata na Ásia foi profetizada pelo Bem-aventurado José Allamano: “Eu não verei, mas talvez ireis ao Japão, à China, ao Tibete…”,

Aprovado pelo VIII Capítulo Geral em 1987, os primeiros quatro padres IMC partiram para a Coreia do Sul a 18 de janeiro de 1988 e foram recebidos na diocese de Incheon pelo Bispo William J. McNaughton M.M., D.D.

Em 2003, em comunhão e colaboração com as Irmãs Missionárias da Consolata, a presença na Ásia foi enriquecida com uma nova abertura na Mongólia. Seguindo as indicações do XII Capítulo Geral de 2011, o Instituto abriu uma nova comunidade na Diocese de Hsinchu, em Taiwan, em 20 de setembro de 2014.

Em março de 2016, as três presenças asiáticas foram unidas na nova Região Ásia, com a sua sede em Incheon (Coreia).

* Padre Ernesto Viscardi, IMC, missionário italiano trabalhando na Mongólia