Documentário “Odisseia Warao” estreia no Ka Ubanoko

12 de outubro de 2020

Nesta segunda-feira, 12 de outubro, Dia da Resistência Indígena, o Documentário “Odisseia Warao”, no qual os indígenas warao são os protagonistas, será exibido pela primeira vez em público, na comunidade Ka Ubanoko em Boa Vista, Roraima.

Por Marco Bello *

“Odisseia Warao” é um documentário em cinco partes, produzido pelos jornalistas italianos, Marco Bello e Paolo Moiola, para contar a migração do povo indígena warao. Partindo das suas comunidades na região do delta do rio Orinoco na Venezuela, há alguns anos atrás os warao começaram a migrar para o Brasil, primeiro para o estado de Roraima, e depois, continuando para Manaus, Belém, Santarém e para o nordeste, até chegarem em 17 estados brasileiros.

Em Boa Vista, capital de Roraima, em março de 2019, nasceu uma experiência única: o Ka Ubanoko (dormitório comum, na língua warao). É um espaço autônomo administrado pelos próprios moradores, uma verdadeira comunidade, onde vivem cerca de 850 migrantes, indígenas, na sua maioria Warao, e não indígenas.

Nesta segunda-feira, 12 de outubro, Dia da Resistência Indígena (Dia de Nossa Senhora Aparecida e das Crianças), o Documentário “Odisseia Warao”, no qual os indígenas são os protagonistas, será exibido pela primeira vez em público no espaço Ka Ubanoko.

Confira neste site, de 12 a 19 de outubro, em primeira mão, o Episódio #3 do Documentário, dedicado ao Ka Ubanoko.

* Marco Bello é jornalista, colaborador da revista Missioni Consolata

Conteúdo Relacionado